Rejeição a Bolsonaro vai a 64% após demissão de Moro, aponta pesquisa do Atlas Político

A região Nordeste tem o maior índice pró-impeachment, 58% a favor e 32% contrários

Da Redação

Pesquisa realizada pelo Atlas Político constata crescimento da rejeição ao presidente Jair Bolsonaro e identifica maioria favorável ao impeachment em todas as regiões. O levantamento foi feito entre sexta e domingo (24 a 26). Depois, portanto, da demissão do ex-ministro Sergio Moro. O percentual de desaprovação ao desempenho de Bolsonaro à frente do governo está em 64,4%, com crescimento de quase 6 pontos em relação a uma consulta feita 10 dias antes. No mesmo período, as aprovação caiu sete pontos, indo para 30,5%.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na média nacional, 54% dos entrevistados são a favor do impeachment de Bolsonaro. A região Nordeste tem o maior índice pró-impeachment, 58% a favor e 32% contrários. Depois vêm as regiões Sudeste (55% a 36%), Sul (52% a 35%), Norte (51% a 48%) e Centro-Oeste (48% a 44%).

 

 

 

 

 

 

 

 

A avaliação negativa do governo Bolsonaro chegou a 49,2% de ruim/péssimo, superando a soma dos que o consideram regular (28,3%) e bom (20,8%). A avaliação positiva despencou 8 pontos percentuais em dois meses, enquanto a negativa subiu 13 pontos.

 

 

 

 

Em cada 10 entrevistados, apenas dois dizem discordar das críticas feitas a Bolsonaro por Sergio Moro, enquanto sete estão de acordo. Além disso, 68% reprovam a demissão do ex-diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, determinada por Bolsonaro na última sexta, à revelia do ex-ministro da Justiça. Apenas 14,4% concordam.

A pesquisa do Atlas Político ouviu 2 mil pessoas pelo sistema on-line, com amostras por região, faixa etária, gênero, faixa de renda e uso de redes sociais. O perfil otimizado da amostra reflete o perfil geral da população brasileira adulta, segundo a organização. O índice de confiança é de 95% e a margem de erro de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Confira a pesquisa na íntegra: