Botucatu: novo decreto permite reabertura do comércio a partir desta sexta-feira, 22

As portas deverão estar completamente fechadas

Por Flávio Fogueral

O comércio de Botucatu poderá retomar suas atividades a partir desta sexta-feira, 22 de maio, com restrições. É o que estabelece o decreto nº 11.999, assinado pelo Prefeito Mário Pardini, três dias após o Ministério Público do Estado determinar a suspensão da flexibilização das chamadas atividades não essenciais.

Segundo o novo documento assinado pelo Chefe do Executivo municipal, algumas modificações foram adotadas no novo despacho, a fim de se atender  normativas das próprias normas estaduais. Reunião realizada no final da tarde com representantes do comércio, médicos e  possibilitou o delineamento do novo texto. No novo texto foram suprimidas as modalidades “meia porta ou portinhola abertas”. Prosseguem o atendimento em lojas menores de 750 m², bem como proibição de acesso de clientes ao interior das mesmas e as entregas ocorrendo por sistema de drive-thru ou delivery. As portas deverão estar completamente fechadas.

A instituição do novo decreto antecipa-se a um posicionamento de recurso apresentado na segunda-feira, 18 de maio, quanto a uma decisão da Procuradoria do Estado, que suspendia a reabertura do comércio. “Durante os quase 60 dias de quarentena em Botucatu, não medimos esforços para proteger nossa Cidade do Coronavírus, sempre nos preocupando tanto com a saúde da população, quanto com a manutenção dos empregos. Causou estranheza que tal suspensão foi feita 17 dias depois da publicação do decreto, apreciada com agilidade ímpar pelo judiciário, enquanto o nosso recurso urgente, 48 horas depois de protocolado, não teve o mesmo tratamento.”, salientou o prefeito.

Pardini ainda criticou a decisão judicial que suspendia a flexibilização frisando que não foram levadas em consideração ações adotadas no município para o combate do contágio e suporte no atendimento a casos positivos de covid-19. “Criamos a Central Coronavírus, distribuímos milhares de máscaras, contratamos testagem em massa, ampliamos equipes e horários de atendimento na saúde, aumentamos a quantidade de leitos em hospitais, viabilizamos a antecipação do calendário de vacinação contra a gripe, definimos protocolos de distribuição de cestas básicas, e de atendimento domiciliar na saúde, estruturamos atendimento digno aos moradores de rua, dentre outras ações”, salientou.

Até esta quinta-feira, 21 de maio, Botucatu registrou 188 casos positivos de covid-19, com 7 mortes e 33 pessoas curadas. “Nossos indicadores de Covid-19, no momento, estão absolutamente estáveis e melhores do que os indicadores do Estado de São Paulo e do Brasil, com 100% das pessoas com síndromes gripais testadas, 50% de utilização dos leitos de UTI, e baixos índices de letalidade e mortalidade”, reforçou o prefeito.

Para ler o decreto na íntegra, clique aqui.