Operação Migrante acolheu 55 pessoas na noite mais fria do ano em Botucatu

Os termômetros chegaram a registrar 6 graus durante a madrugada

Da Redação

Durante a noite da última segunda-feira, 25, a Operação Migrante em Botucatu acolheu 55 pessoas em situação de rua. Os termômetros chegaram a registrar 6 graus durante a madrugada, que foi a mais fria deste ano de 2020. Dessas 55 pessoas, 15 permaneceram em isolamento no Espaço Acolhedor e o restante foi acolhido no alojamento montado no Ginásio Municipal de Esportes “Mário Covas Júnior”.

A estrutura no Ginásio Municipal foi mais uma vez ampliada, e agora tem capacidade para atender 60 pessoas, em boxes individuais, onde cada morador tem sua cama, travesseiros e cobertores para passar a noite. Eles também recebem duas refeições, o jantar e o café da manhã, e têm à disposição um local para banho. Toda a estrutura recebe higienização diária, respeitando as normas da Vigilância Sanitária.

Já no Espaço Acolhedor, o local já possui estrutura física para acolher cidadãos em situação de rua. Lá, um grupo fixo recebe todas as refeições, toma banho e mantêm uma rotina.

A Operação Migrante deve continuar até setembro, quando termina o inverno.

Até lá, equipes de assistentes sociais e guardas civis municipais percorrerão a ruas da Cidade, principalmente em locais habituais onde há pernoite de moradores em situação de rua, e encaminhará estas pessoas ao Ginásio de Esportes.

A população pode colaborar com a ação, acionando a GCM pelo telefone 199 sempre que encontrar alguma pessoa em situação de rua durante a noite.

Serviço:

Guarda Civil Municipal

Telefone: 199