Botucatu terá mais 14 leitos na rede pública de saúde para tratamento da covid-19

A liberação foi anunciada pelo Ministério da Saúde, que sinaliza que serão leitos provisórios por 90 dias

Flávio Fogueral

O Hospital das Clínicas de Botucatu (HCFMB)- unidade hospitalar vinculada ao Sistema Único de Saúde (SUS)- terá mais um reforço na assistência aos casos de covid-19 com o incremento de mais catorze leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

A liberação foi anunciada pelo Ministério da Saúde, que sinaliza que serão leitos provisórios por 90 dias com custeio de R$ 4.320.000,00. Segundo a portaria nº 1424, de 27 de maio de 2020, “finalizada a situação de emergência de saúde pública, de importância internacional decorrente do Coronavírus (COVID-19), nos termos do art. 4º, §1º, da Lei nº 13.979 de 2020, essas habilitações poderão ser encerradas a qualquer tempo”.

Atualmente dezesseis leitos estão destinados para o tratamento de covid-19 no HCFMB. Com os novos provisórios, serão trinta novos espaços em UTI. O HC de Botucatu é referenciado para uma população estimada em 2 milhões de habitantes. Até o último boletim, em 27 de maio, a ocupação dos leitos em UTI estava em 36%.