Medicina da Unesp suspende recadastramento de servidores inativos

A decisão está em consonância com o Governo do Estado de São Paulo

Da Redação

Considerando a declaração de pandemia da Covid-19 pela Organização Mundial da Saúde em 11 de março de 2020, e de acordo com o Comunicado nº 11 do Comitê Unesp Covid-19, informa que  fica suspenso, temporariamente, o recadastramento dos servidores inativos da Faculdade de Medicina da UNESP de Botucatu, até que novas orientações sejam emitidas.

As medidas foram tomadas em razão do recadastramento dos servidores inativos normalmente ser realizado no período de 1º de junho a 31 de agosto, nas áreas de Recursos Humanos, e por serem, grande parte desses servidores com idade igual ou superior a 60 anos, pertencentes ao grupo de risco.

A decisão está em consonância com o Governo do Estado de São Paulo e com os órgãos Previdenciários pertencentes ao Estado, que também suspenderam temporariamente a comprovação.