Padres da região reúnem-se para debater flexibilização da quarentena nas igrejas

Mesmo com as conversas permanece válido o decreto do arcebispo que determina o fechamento dos espaços

Da Redação

Na manhã de quarta-feira, 3 de junho, o clero da Região Pastoral de Botucatu, se reuniu para estudar a possibilidade de flexibilização das atividades pastorais presenciais, bem como a abertura dos templos na Região, seja para oração pessoal ou a possibilidade de celebração da Santa Missa de forma presencial.

A reunião entre padres da arquidiocese teve presença do Dr. Carlos Magno Castelo Branco Fortaleza, livre docente em Moléstias Infecciosas na Unesp de Botucatu e membro do Centro de Contingência do COVID-19 no Estado de São Paulo.

Foi um momento de avaliação do quadro atual desta Pandemia em nossa Região e no Estado de São Paulo, a possibilidade de contágio do novo Corona vírus, maneiras de prevenção, enfim, tudo para ajudar a Arquidiocese refletir, analisar e tomar decisões que não coloque em risco a vida de nossos fiéis.

Mesmo com a reunião e possibilidades, a Arquidiocese continua com as orientações feitas pelo arcebispo Dom Maurício Grotto de Camargo em seu último decreto, que estabelece proibição de acesso às igrejas e capelas, bem como de celebrações e reuniões presenciais.