Isolamento social em Botucatu atinge menor nível desde o início da quarentena e é o 3º pior do Estado

A queda foi de 6% em comparação com o registrado na quinta-feira, 11 de junho

Por Flávio Fogueral

Botucatu registrou na sexta-feira, 12 de junho, a menor taxa de isolamento social desde que a quarentena foi instituída pelo governo estadual, em 23 de março. O índice foi de 38%, sendo considerado o terceiro pior de São Paulo entre os 104 municípios examinados pelo Sistema de Monitoramento Inteligente.

A queda foi de 6% em comparação com o registrado na quinta-feira, 11 de junho, feriado de Corpus Christi. Segundo projeções do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Botucatu possui 146 mil habitantes sendo que, aplicada a taxa de 38% de isolamento social, 55.400 botucatuenses respeitaram a quarentena. Ou seja, em números absolutos estimados, a Cidade teve 8.760 pessoas que não respeitaram o isolamento social.

Além de Botucatu, Araçatuba (38%) e Presidente Prudente (37%) apresentaram desempenho pior. Em âmbito regional, as cidades de Avaré apresentou isolamento social em 44%, Bauru e Jaú ambas com 41% e Piracicaba, 40%.

Este desempenho fez com que a região de Botucatu fosse rebaixada no Plano São Paulo e tenha que adotar novas medidas restritivas a partir de segunda-feira, 15 de junho.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o índice ideal para se evitar o contágio da covid-19 seria de 70%. Já o governo estadual recomenda que este valor seja igual ou superior a 50%. O isolamento social também é fator preponderante para a classificação no Plano São Paulo, que consiste na flexibilização das atividades econômicas.

Estes indicadores são medidos pelo governo paulista em 104 cidades acima de 70 mil habitantes, por meio da análise de mobilidade dos telefones celulares. As informações são aglutinadas e anonimizadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário. Os dados de georreferenciamento servem para aprimorar as medidas de isolamento social para enfrentamento ao coronavírus.

Botucatu possui 417 casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia, sendo que  128 moradores positivos da doença estão em isolamento doméstico. Ocorreram dez mortes e 276 recuperados.