Botucatu: Sincomércio sugere abertura das lojas das 11h às 15 horas

Sindicato apresentou uma sugestão aos empresários do setor, que terá que funcionar por apenas 4 horas diárias

Do site Botucatu Online

O Sincomércio de Botucatu lamentou a decisão de reclassificar as atividades econômicas da Cidade, rebaixada para a fase laranja pelo Estado, e destacou que foi um retrocesso extremamente prejudicial para o comércio.

Apesar do “retrocesso”, Fátima Baldini, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Botucatu e Região, está apostando na manutenção das atividades não essenciais como havia sido classificada anteriormente na fase amarela, com a Justiça acatando as medidas contra a doença tomada pelos gestores da saúde e administração pública.

Porém, caso a decisão da ação ingressada pela Prefeitura de Botucatu na Justiça pedindo a reclassificação não seja analisada até a próxima segunda-feira, 15, ou seja, desfavorável ao pedido de manutenção da cidade na fase amarela, Fátima Baldini apresentou uma sugestão aos empresários do setor, que terá que funcionar por apenas 4 horas diárias.

“Estamos sugerindo que os comerciantes abram das 11h às 15 horas, mas é apenas uma sugestão para todos. Caso o lojista decida abrir em outro horário também pode, seguindo as regras legais”, afirmou a dirigente do comércio.

Ela, no entanto, afirma que está na torcida pela manutenção da Cidade na fase amarela, considerando que sua categoria e os demais setores liberados se ajustaram e fizeram investimentos para o retorno flexibilizado.

“Não merecíamos essa reclassificação, pois estávamos trabalhando dentro das regras de controle da pandemia, graças ao esforço da Prefeitura, Hospital das Clínicas, Secretaria Municipal de Saúde, a maior parte dos consumidores e também dos lojistas que estavam seguindo todas as regras de higiene e segurança. Estamos na torcida para que a Justiça reconheça o trabalho dos nossos gestores que foi espetacular até aqui, com controle e com ações concretas contra a doença”, finalizou Fátima.