Adolescente é detido acusado de matar e ocultar mulher em terreno no Santa Eliza

Caso ainda é apurado pela polícia 

Da Redação

A Polícia Civil de Botucatu apreendeu um adolescente envolvido na morte de Cleuza Neres da Conceição, 62 anos, que estava desaparecida desde sábado e cujo corpo foi encontrado enterrado em um terreno no Jardim Santa Eliza.

Segundo informações prestadas pela polícia, o menor confessou participação no crime, cuja motivação seria vingança pelo furto de entorpecentes, por parte da vítima, de um grupo de pessoas. O autor teria, então, atacado a mulher a golpes de madeira.

O caso de Cleuza causou repercussão na região, já que a mesma era conhecida nas imediações. Seu desaparecimento ocorreu no sábado, 24 de outubro. O corpo foi encontrado em uma cova rasa na área da chamada “Raia do Santa Eliza”, na Avenida Waldemar Vizotto.

A vítima estava enterrada de bruços, com pouca terra por cima e um cobertor por cima. A mesma foi encontrada por populares e um genro.

Inicialmente seu amásio e o filho do mesmo foram detidos para averiguações por serem as últimas pessoas a estar com Cleuza. Apresentaram versões distintas, mas não foram encontrados indícios de participação, sendo liberados.

Leia mais:

Mulher é morta e enterrada em pasto na região do Santa Eliza