Câmara de Botucatu aprova nome para Centro de Referência da Mulher e debate eleições

Plenário ainda aprovou três votos de pesar, 14 requerimentos e uma moção

Da Redação

Mais uma vez realizada de maneira remota devido a medidas de prevenção ao contágio pelo coronavírus, a sessão ordinária da segunda-feira, 16 de novembro, contou com um projeto em pauta, aprovado por unanimidade.

De autoria do vereador Curumim, o projeto de lei 75/2020 denominou de Aline Aparecida da Silva o Centro de Referência da Mulher. O local, que está em construção na Vila Jahu, será um espaço para atendimento humanizado e acolhedor da mulher, focado especialmente na proteção e suporte a vítimas de violência doméstica e familiar. O PL votado na noite de 16/11, além de denominar o Centro, homenageou Aline, vítima de feminicídio na cidade em setembro de 2019.

No Pequeno Expediente, o plenário ainda aprovou três votos de pesar, 14 requerimentos e uma moção.

Eleição virou tema de tribuna

No último domingo (15/11), os botucatuenses depositaram 75.789 votos na escolha dos representantes no Legislativo municipal para o mandato 2021-2024. Assim, a sessão ordinária no dia seguinte das eleições ganhou como destaque pronunciamentos dos vereadores sobre o tema. Rose Ielo, Abelardo, Alessandra Lucchesi, Curumim, Carlos Trigo, Cula, Izaias Colino, Jamila, Sargento Laudo e Paulo Renato utilizaram seu tempo no Grande Expediente para comentar o resultado do pleito, agradecer os eleitores e parabenizar os candidatos eleitos.