Festival bauruense inicia programação artística online

Esquenta será composto por 22 vídeos dos mais diferentes segmentos culturais

Da Redação

Nesta terça-feira, 19 de janeiro, parte das inquietações culturais da região 014, composta por Bauru e outros 38 municípios, poderá ser conferida gratuitamente e de qualquer lugar.

A partir dessa data, inicia-se o #Esquenta Fuzuê 014 – Edição TropiKali, programação audiovisual online que abrangerá nove eixos culturais e será divulgada diariamente no perfil oficial do festival no Instagram (@fuzue014). Além de fortalecer e dar visibilidade à 22 artistas e produtores culturais, essa ação também antecede o festival Fuzuê 014 – Edição Tropikali, que ocorrerá nos próximos dias 12, 13 e 14 de fevereiro no formato live.

“O #Esquenta será a primeira ação do festival, que já conta com uma edição, realizada em 2020, e agora volta com novas temáticas, além de outras novidades que serão divulgadas nas próximas semanas”, explica Carolina Guerra, produtora executiva do Fuzuê 014 – Edição TropiKali. “Por isso, dentro da nossa proposta, o #Esquenta tem como objetivo ser mais uma oportunidade para artistas e produtores culturais dos mais diversos segmentos exporem seus trabalhos e projetos”, informou.

Sobre #Esquenta Fuzuê 014 – Edição Tropikali

Composta por 22 vídeos dos mais diferentes segmentos culturais, o #Esquenta Fuzuê 014 – Edição Tropikali é uma programação online que promoverá o encontro entre a arte independente e o público.

Com objetivo de fortalecer a representatividade de diferentes áreas de atuação dentro da cultura, a mostra abrangerá nove eixos temáticos: artes visuais, produção, literatura, dança, circo, teatro, artesanato, audiovisual e música.

Os conteúdos serão divulgados a partir do próximo dia 19/01, sempre às 18 horas. Até o dia nove de fevereiro, diariamente, sempre no mesmo horário, o público poderá conferir um novo conteúdo no perfil oficial do Fuzuê – 014 no Instagram (@fuzue014).

Os vídeos exibidos dentro da programação do #Esquenta Fuzuê 014 – Edição Tropikali foram selecionados a partir de chamamento público. Ao todo, a organização do evento recebeu mais de 60 propostas de apresentações audiovisuais, sendo que 22 foram selecionadas e cada proponente recebeu R$ 300.

A curadoria dessa programação foi feita pela produtora cultural, arte-educadora e pesquisadora da cena Talita Neves, que também coordena a Casa de Cultura Celina Neves, em Bauru (SP).

“É sempre muito desafiador, e ao mesmo tempo bem especial, cuidar da curadoria de um festival. Na seleção, tivemos a preocupação de contar com ações artísticas e culturais que fossem diversificadas, tentando trazer múltiplos olhares de uma mesma área para a programação”, explicou Talita Neves.

“Como todos estamos descobrindo maneiras e possibilidades de estabelecer diálogos criativos com a câmera, a seleção também conta com diferentes recortes relativos a composição e edição de vídeo. Foi um presente poder conhecer tanta gente incrível e sentir quanta revolução a arte promove. Muita admiração, respeito e inspiração. Vida longa Fuzuê!”, finalizou Talita.

A programação do #Esquenta Fuzuê 014 – Edição Tropikali será composta por: Pirá Artes e Letícia Sartori (artes visuais); Felix e Ari Cursino (produção); Sinuhe LP e Rafael Prado (literatura); Danilo Eduardo e Mayara Verissimo Lopes (dança); Lou e Wagner Rosa (circo); Camila Mendonça, Wander B. e Isabela Rosa (teatro); Migramah Ateliê, Moda Crespa, tramoia e Raízes Cósmicas (artesanato); Mateus Faria e Ailton Wenceslau, Paulo Billy, Carol Maris e Tatiana Calmon (audiovisual), e La Burca (música).

Sobre o Fuzuê 014 – Edição Tropikali

Dando prosseguimento ao trabalho desenvolvido em 2020, totalmente gratuito e online, organizado de forma voluntária por um grupo de artistas e produtores culturais de Bauru, o Fuzuê 014 – Edição Tropikali é um festival de cultural com foco na diversidade da arte independente produzida na região central do estado de São Paulo, composta por 39 municípios. O evento ocorrerá nos dias 12, 13 e 14 de fevereiro, no formato live, com transmissão gratuita no canal oficial do festival no youtube (Fuzuê 014).

Ao todo, serão mais de 12 horas de programação artística dividida em seis eixos temáticos nos três dias de evento. “No primeiro dia, teremos dois ambientes que irão explorar a temática da cultura popular e regional. No segundo, faremos uma homenagem ao Festival de Águas Claras de Iacanga (SP) com cenografia e programação que remetem aos grandes festivais de música da década de 70. E, finalizando o festival, teremos ambientes e programação dedicados ao Hip Hop e a cultura urbana”, explica Tiago Rosa, produtor executivo do Fuzuê 014 – Edição Tropikali.

Fazem parte da equipe do projeto Carol Guerra, José Vinagre e Tiago Rosa, produção executiva; Matheus Anastácio, produção e infraestrutura; Isabela Morales, direção artística; Ana Evaristo, produção artística; Lili Azevedo, direção de comunicação; Laura Schiavinato, direção de arte; Mateus Nardini, registro audiovisual; Victor Reversi, registro fotográfico; Gabriel Duarte, assessoria de imprensa; Talita Neves, curadoria de vídeos; Vinícius Marchi Costa e Felipe Atta, equipe técnica; Tiago Neves, técnico de luz; Pro Clipe, transmissão online; Rafael Maia, Matheus Guilherme, Fernanda Diniz, Robson Santos e Ana Lídia Aquino, produção cenográfica; e Joyce Rodrigues, produção de logística.

Fuzuê 014 – Edição Tropikali é uma realização do grupo Fuzuê 014; INSTITUTO INDISCE (Instituto Nacional de Desenvolvimento e Integração Social, Cultural e Educacional); Programa de Ação Cultural (ProAC Expresso LAB), Governo do Estado de São Paulo e Governo Federal Lei Aldir Blanc. Nas próximas semanas, a organização do evento irá divulgar a programação completa e todos os detalhes do festival.

Sobre o Fuzuê – 014

Considerado um dos primeiros festivais concebido e executado na região central do estado de São Paulo durante a pandemia de Covid-19, o Festival de Cultura Independente – Fuzuê 014 foi realizado de forma voluntária por um grupo de artistas e produtores culturais de Bauru (SP).

Diante da necessidade do distanciamento social para conter o avanço da pandemia, o festival foi criado com a intenção de promover ações e atividades culturais e educativas, além de promover a diversidade cultural da região 014, composta por 39 cidades paulistas.

Durante cinco meses de programação, realizada de março a agosto de 2020, o festival contou com a participação de mais 300 artistas de diferentes segmentos, além de sessões de debates e oficinas virtuais. Toda a programação foi transmitida gratuitamente pela internet.

Em 2020, o projeto de uma segunda edição do festival foi contemplado pelo Programa de Ação Cultural (ProAC Expresso LAB), do Governo Estadual de São Paulo. A seleção neste edital viabilizou financeiramente a realização da segunda edição do festival.  “Esse foi um importante reconhecimento ao nosso trabalho e a tudo que desenvolvemos, além de nos motivar ainda mais a trabalhar pela promoção da diversidade cultural de nossa região”, finalizou Carolina Guerra.

Serviço – #Esquenta – Fuzuê 014 – Edição Tropikali

Quando: de 19/1 a 9/2

Onde: no perfil do festival no Instagram (@fuzuê014)

Classificação Indicativa: LIVRE

Toda a programação é gratuita e permanecerá online no perfil do festival.