Palmeiras é derrotado pelo Tigres e não vai à final do Mundial de Clubes

Palmeiras repete o Internacional, em 2010, e Atlético-MG, em 2013, que também disputaram o 3º lugar

Da Redação
O Palmeiras, campeão da Libertadores, foi surpreendido pelo Tigres, neste domingo, no estádio Education City, em Al Rayyan, no Catar, e ficou fora da final do Mundial de Clubes. Com gol de pênalti de Gignac, os mexicanos venceram os brasileiros por 1 a 0.

O Palmeiras repete o Internacional, em 2010, e Atlético-MG, em 2013, que também disputaram o 3º lugar. O time do técnico Abel Ferreira pegará o perdedor de Al Ahly, do Egito, e Bayern de Munique, da Alemanha. Já o Tigres espera pelo vencedor na final.

O Palmeiras contou com três grandes defesas de Weverton para garantir o 0 a 0 no primeiro tempo. O goleiro do clube paulista precisou trabalhar logo aos 3 minutos. González subiu mais que Luan e cabeceou firme, mas Weverton se esticou todo e evitou o gol do Tigres.

Rony arriscou aos 17 minutos e obrigou Guzmán a fazer boa defesa. O Tigres, porém, não se intimidou e foi pra cima. Aos 33 minutos, Gignac finalizou forte, mas Weverton conseguiu boa defesa. Três minutos depois, o mesmo atacante do Tigres cabeceou no canto esquerdo e lá estava o goleiro alviverde.

No segundo tempo, o Tigres chegou ao gol. Luan puxou González na área. Pênalti! O artilheiro Gignac mandou um petardo no canto direito e Weverton não conseguiu defender. Aos 11 minutos, o Palmeiras até foi para as redes, mas a arbitragem deu impedimento de Rony.

Aos 31 minutos, Willian cruzou, Luiz Adriano deixou a bola passar e Rodríguez quase fez gol contra. O Palmeiras até ensaiou uma pressão, mas não teve força para buscar o empate. Viña quase empatou aos 50, mas a bola raspou a trave.

Ficha técnica

Palmeiras 0 x 1 Tigres-MEX
Local:
 estádio Education City, em Al Rayyan, no Catar;
Data: 7 de fevereiro de 2021;
Árbitro: Danny Makkelie (NED).
Gol: Gignac (pênalti), aos 8 minutos, do segundo tempo.
Cartões amarelos: Gabriel Menino, Luan (P); Aquino, Guzmán (T).

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Luan, Gómez e Viña; Danilo (Felipe Melo), Zé Rafael (Patrick de Paula), Gabriel Menino (Willian) e Raphael Veiga (Gustavo Scarpa); Rony e Luiz Adriano.
Técnico: Abel Ferreira.

Tigre-MEX: Guzmán; Rodríguez, Reyes, Rafael Carioca e Salcedo; Quiñones (Fulgencio), Guido Pizarro, Dueñas (Meza) e Javier Aquino (Sierra); Carlos González e André-Pierre Gignac.
Técnico: Ricardo Ferretti.