Botucatu: retorno das aulas presenciais é suspenso devido ao aumento de casos de Covid-19

Decreto não diz o período da paralisação das aulas e nem previsão para retorno das mesmas

Da Redação

Devido ao aumento exponencial de casos de Covid-19 nas últimas semanas, o prefeito de Botucatu Mário Pardini (PSDB) decidiu suspender o retorno presencial das aulas. Medida consta no decreto nº 12.308, publicad0a no Diário Oficial desta quinta-feira, 10 de junho.

Pelo texto, a suspensão contempla os ensinos Fundamenta, Médio e Técnico de âmbito público e privado. Não há menção sobre o ensino superior, que tem adotado as medidas sugeridas pelos governos estadual e federal. O decreto não diz o período da paralisação das aulas e nem previsão para retorno das mesmas.

Quanto ao ensino municipal, o decreto frisa que as mesmas “continuarão com aulas remotas e entrega de materiais impressos; bem como oferecerão alimentação aos alunos avaliados pelo serviço de Assistência Social”.

Botucatu tem acumulado altos índices de infecção pelo novo coronavírus nas últimas quatro semanas. Ao todo, são mais de 15.300 moradores que contraíram a doença desde o início da pandemia. Neste momento, 890 botucatuenses estão em quarentena domiciliar obrigatória e 107 internados em hospitais para tratamento.