SP supera meta de vacinação contra COVID-19 em idosos

A partir do final de março até o início de março, a campanha avançou para os demais idosos

Da Redação

O Estado de São Paulo superou a meta de vacinação contra COVID-19 em idosos, ultrapassando a cobertura vacinal de 90% dos públicos-alvo, indicada para a campanha em andamento.

Houve cobertura de 100% dos públicos nas faixas de 90 anos ou mais, de 85 a 89 anos, e de 75 a 79 anos. Na sequência, aparece o público de 70 a 74 anos, com 97,39%. Por fim, mas ainda acima da meta, a faixa de 80 a 84 anos, com 94,49% de cobertura vacinal. Todos estes públicos integraram a campanha entre fevereiro e março e ultrapassam 3,1 milhões de pessoas.

“Atingimos a meta de 90%, que é a meta do PNI de cobertura vacinal completa, em toda a população com mais de 70 anos”, destacou a coordenadora geral do Plano Estadual de Imunização (PEI) de SP, Regiane de Paula.

A partir do final de março até o início de março, a campanha avançou para os demais idosos. Entre as pessoas com idade de 65 a 69 anos, a cobertura já é de 42,46% e crescerá até agosto, com a aplicação da segunda dose nas pessoas que receberam vacinas com intervalo de 12 semanas entre a primeira e a segunda dose. O mesmo se aplica à faixa etária de 60 a 64 anos, que atualmente tem 11,44% de cobertura vacinal. Somados, estes grupos totalizam mais de 4 milhões de pessoas.

Os dados inéditos de imunização em pessoas acima dos 60 anos com esquema vacinal completo foram apresentados na coletiva de imprensa desta quarta-feira (23).

Este é um conteúdo exclusivo do Notícias! Para obter permissão de cópia, favor contatar a redação pelo n.botucatu@gmail.com