Preso é flagrado após engolir 36 minicelulares e tentar entrar em presídio da regional

Presos deverão regredir para o regime fechado

Da Redação 

Um preso do CPP I “Dr. Alberto Brocchieri” de Bauru, que retornava da saída temporária na segunda-feira (20), foi barrado após o escâner corporal detectar imagens suspeitas na região abdominal. Indagado, ele confessou que havia engolido 36 minicelulares.

O caso ocorreu por volta das 16h. Após ter sido descoberto, o detento foi encaminhando à enfermaria da unidade, onde conseguiu expelir os aparelhos, espontaneamente, sem a necessidade de cirurgia.

Em outro caso, um interno tentou entrar no presídio com sete miniaparelhos de celular, porém, escondidos na cueca.

CPP II 

O CPP II “Dr. Eduardo de Oliveira Vianna” registrou 11 casos de presos que tentaram entrar na unidade com drogas ou aparelhos eletrônicos no estômago, quando voltavam da saída temporária, na segunda-feira (20). Em todas as ocorrências, eles foram flagrados pelo escâner corporal e confessaram a irregularidade.

Um dos detentos engoliu 66 invólucros de cocaína e cinco de maconha. Outro confirmou ter engolido dois minicelulares, uma folha de papel contendo droga sintética k4 e seis invólucros de maconha.

O restante ingeriu aparelhos telefônicos, totalizando 18 minicelulares e dois chips. Na ocasião, os presos conseguiram expelir os objetos, espontaneamente, sem a necessidade de cirurgia.

REGRESSÃO DE PENA  

Os presos flagrados com objetos ilícitos, tanto do CPP I quanto do CPP II de Bauru, serão submetidos a procedimento disciplinar interno e deverão regredir para o regime fechado.

Este é um conteúdo exclusivo do Notícias! Para obter permissão de cópia, favor contatar a redação pelo n.botucatu@gmail.com